Virtex
Lustosa Tur
Auto Escape J Wilson
Lojão do ciclista
Malu Pneus
Drogaria Horizonte
Santos Auto Escola
Mercadinho Frigoleme
Chaves Bebidas
Série B do Piauiense

Em semana para entrega de laudos, FFP monitora estádios

O que mais preocupa no momento é o estádio de Campo Maior. Caso não tenha laudo, jogo será de portões fechados.

29/07/2019 12h36
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Globo Esporte
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A Série B do Campeonato Piauiense chegou a sua fase mais decisiva fora de campo. Clubes e gestores dos estádios que vão receber os jogos da competição têm até quinta-feira para entregarem à Federação de Futebol do Piauí (FFP) todos os laudos das praças esportivas exigidos pelo Estatuto do Torcedor. Presidente da entidade organizadora da competição, Robert Brown não escondeu o temor com o andamento das renovações dos documentos e cogitou realizar os jogos até mesmo com portões fechados para garantir a realização do evento. A rodada de abertura está prevista para acontecer nos dias 7 e 8 de setembro.

Helvídio Nunes, em Picos — Foto: Josiel Martins Helvídio Nunes, em Picos (Foto: Reprodução)

"Os estádios que não tiverem laudos, será com portões fechados. Claro que não quero chegar a esse ponto. Mas o Timon pode jogar no Lindolfo Monteiro. O que me preocupa mais é o de Campo Maior. Oeiras e Picos estão bem adiantados. O Oeiras falta receber dos Bombeiros, e o Picos disse que as adequações foram feitas. Sem contar que Picos e Floriano têm unidades dos Bombeiros, o que já facilita. Em campo Maior, foram feitas algumas adequações. Mas vou me inteirar melhor hoje", comentou o presidente da FFP.

Robert Brown, presidente da FFP — Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.comRobert Brown, presidente da FFP (Foto: Reprodução)

Cinco clubes confirmaram presença na Série B do Campeonato Piauiense: Comercial-PI, Cori-Sabbá, Oeirense, Picos e Timon. Com isso, a previsão é que os estádios Deusdeth de Melo (Campo Maior), Tibério Nunes (Floriano), Gerson Campos (Oeiras), Helvídio Nunes (Picos) e Miguel Lima (Timon) recebam jogos da competição.

Prefeitura Municipal de Floriano e dirigentes do Cori-Sabbá vistoriaram o Tibério Nunes, em Floriano — Foto: DivulgaçãoPrefeitura Municipal de Floriano e dirigentes do Cori-Sabbá vistoriaram o Tibério Nunes, em Floriano(Foto: Reprodução)

A administração do estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, informou que o local está com todos os laudos dentro do prazo de validade. A praça esportiva da capital é vista como um plano B caso o Timon não consiga a liberação do Miguel Lima a tempo.

Lindolfo Monteiro, em Teresina, pode ser a casa do Timon caso clube não consiga liberação do Miguel Lima — Foto: Josiel MartinsLindolfo Monteiro, em Teresina, pode ser a casa do Timon caso clube não consiga liberação do Miguel Lima(Foto: Reprodução)

Para receber público, o estádio precisa ter renovados quatro laudos: Vigilância Sanitária, Engenharia, Segurança e Corpo de Bombeiros. Esta exigência consta no Estatuto do Torcedor. O laudo do Corpo de Bombeiros é visto pelos dirigentes de futebol como o mais burocrático por que exige adequações de modernização dos estádios, como portas especiais nas saídas de emergência, sinalizações, rampas, barras anti-esmagamento entre outros itens.

No arbitral dos clubes participantes da Série B realizado no dia 2 de julho ficou determinado que os dirigentes teriam até o dia 1º de agosto para entregarem os laudos dos estádios dos seus respectivos clubes.

"Vou me inteirar disso tudo hoje. Quero saber da situação de cada presidente. Vou visitar amanhã o Corpo de Bombeiros para a gente tentar agilizar e ver atual situação. Quando a gente tem esses problemas, eles nos ajudam sempre", completou Brown.

A primeira rodada da Segundona está prevista para começar dia 7 de setembro com o confronto entre Picos e Timon, às 20h, no estádio Helvídio Nunes, na Cidade do Mel. Oeirense e Comercial-PI se enfrentam às 16h do dia seguinte, no estádio Gerson Campos, em Oeiras. O Cori-Sabbá folga na rodada de abertura.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias