Virtex
Mercadinho Frigoleme
Lustosa Tur
Drogaria Horizonte
Malu Pneus
Santos Auto Escola
Chaves Bebidas
Auto Escape J Wilson
Lojão do ciclista
Biblioteca

Biblioteca Municipal será inaugurada dia 1º de agosto

O espaço leva o nome do escritor oeirense, José Expedito Rêgo.

25/07/2019 18h22
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Ascom
(Foto: Ascom PMO)
(Foto: Ascom PMO)

Será inaugurada na próxima quinta-feira, 1° de agosto, a Biblioteca Municipal de Oeiras. Localizado no prédio onde funcionava a antiga sede do Tribunal de Justiça, no Centro Histórico da cidade, o espaço leva o nome do escritor oeirense, José Expedito Rêgo, e conta com um vasto acervo, centro de leitura público com cabines individuais, sala para leitura infantil, salas para trabalhos, pesquisas, estudos e leituras em grupos.

No primeiro semestre deste ano, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo realizou uma campanha de arrecadação de livros para atualização e ampliação do acervo do novo equipamento cultural, que será aberto com investimentos próprios do município.

Segundo a Prefeitura de Oeiras, a intenção é que a Biblioteca integre o cotidiano da cidade, incentivando a democratização do acesso à leitura e resgatando a importância do contato com o livro, fundamental para a formação de novos leitores.

Na quinta, durante a solenidade de inauguração acontecerá um colóquio sobre a obra do autor homenageado, conduzido pela professora Elimar Barros.

Homenagem

A Biblioteca Municipal recebe o nome do escritor José Expedito de Carvalho Rêgo. Nascido em Oeiras, José Expedito formou-se em medicina e, além de atuar como médico, foi jornalista, poeta e romancista, sendo autor de vários livros, entre eles, “Né de Sousa” (biografia romanceada do Visconde da Parnaíba, Manoel de Sousa Martins), “Caminhos da Loucura” e “Malhadinha”, considerada pela crítica literária sua obra-prima. É também autor da letra do Hino de Oeiras.

Como jornalista, editou em parceria com Possidônio Queiroz e Costa Machado, o jornal mensal “O Cometa” que circulou, em Oeiras, de 1971 a 1976. Foi um dos fundadores do Instituto Histórico de Oeiras e membro titular da Academia Piauiense de Letras. Faleceu no dia 31 de março de 2000, deixando um importante legado para literatura de Oeiras, do Piauí e do Brasil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias