Data Picos
Mercadinho Frigoleme
Auto Escape J Wilson
Chaves Bebidas
Rondnelly Camarço
Drogaria Horizonte
Lojão do ciclista
Malu Pneus
Lustosa Tur
Grana

Caixa libera R$ 293 milhões do FINISA para obras de infraestrutura no Piauí

Caixa transferiu o dinheiro do empréstimo nesta segunda-feira (8)

08/07/2019 20h28
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Redação Oeiras em Foco
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Por determinação do Tribunal Regional Federal da 1° Região (TRF-1), a Caixa Econômica Federal liberou no final da tarde desta segunda-feira (08.07), mais de R$ 293 milhões para obras de infraestrutura no Piauí, através do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa).

A informação foi confirmada no início da noite pelo deputado Francisco Limma, líder do Governo na Assembleia. O dinheiro deveria ter sido liberado na sexta-feira. 

Os R$ 293 milhões liberados para o Governo do Piauí é referente à segunda parcela do empréstimo feito junto ao Finisa I. Os recursos, importantes para movimentar a economia do estado e gerar emprego e estavam bloqueados por decisão da 5ª Vara da Justiça Federal do Piauí.

No dia 24 de junho, uma decisão do desembargador federal Kássio Nunes Marques, do TRF-1, derrubou a liminar de 1ª instância que impedia à Caixa de repassar a verba. Segundo decisão de Marques, a liminar da Justiça Federal perdeu objeto, a partir do momento que o Piauí cumpriu o requisito para receber a segunda parcela do empréstimo, que era a prestação de contas da primeira parcela recebida.

O desembargador disse, nos autos do processo que para "evitar grave lesão à economia pública deste ente federativo, defiro o pedido de suspensão da decisão de primeiro grau, a fim de que seja franqueada à Caixa Econômica Federal e ao Estado do Piauí o prosseguimento da avença, ficando autorizada a liberação da segunda parcela dos recursos do Finisa I”.

O governo do estado cumpriu todas as exigências e o magistrado atendeu ao pedido da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), que alegou risco à ordem pública e à ordem econômica a demora na liberação dos recursos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias