Malu Pneus
Santos Auto Escola
Auto Escape J Wilson
Mercadinho Frigoleme
Lustosa Tur
Lojão do ciclista
Drogaria Horizonte
Chaves Bebidas
Saúde

Ministério da Saúde libera vacina da gripe para toda a população

Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe termina nesta sexta-feira para o público alvo. A partir de segunda-feira (3/6), doses restantes ficarão disponíveis para toda a população

30/05/2019 17h17
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Correio Braziliense
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Por determinação do Ministério da Saúde, a partir de segunda-feira (03), as doses restantes da Campanha de Vacinação contra a gripe estarão disponíveis para toda a população. O anúncio foi feito no início da noite de ontem (29), pelo ministro Luiz Henrique Mandetta.

A campanha se encerra oficialmente nesta sexta-feira (31). Em Teresina, 180.596 pessoas foram vacinadas, o que corresponde a 75,01% da meta de 223 mil pessoas. Entre a população prioritária, os idosos registraram a maior cobertura vacinal, com 95,68% de cobertura. Outros grupos prioritários vacinados foram o das gestantes com 72,06%, trabalhadores da saúde (78,25%), crianças (68,40%), puérperas (67,43%), entre outros.

A partir da segunda-feira, as 104 salas de vacina mantidas pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) estão autorizadas a vacinar qualquer pessoa que tenha interesse em se imunizar contra a doença. “A vacina é segura, feita com fragmentos do vírus morto e a possibilidade de efeitos adversos é mínima”, garante a diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba. A vacina protege contra três cepas do vírus, os da influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B.

A Influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos ou nariz.

Além da vacina, a prevenção deve ser feita com cuidados básicos de higiene. “Devemos sempre lavar as mãos da ponta do dedo até o cotovelo com água e sabão, lavar os filtros de ar condicionado mais de uma vez por semana e arejar os ambientes, pois a circulação de ar diminui as chances de contaminação”, aconselha Amariles Borba. “O tratamento deve ser repouso, boa alimentação e hidratação intensa”, completa a diretora.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias