Segunda, 02 de Agosto de 2021 13:14
89 988029890
Política Avanço

Hospital implanta protocolos de segurança do paciente em Oeiras

Em Oeiras, a medida tem como principal objetivo, qualificar o cuidado em saúde dos seus pacientes.

06/07/2021 18h22 Atualizada há 4 semanas
Por: Pablo Carvalho Fonte: Assessoria HRDC
(Foto: Oeiras em Foco)
(Foto: Oeiras em Foco)

O Hospital Regional Deolindo Couto (HRDO) em Oeiras está implantando na unidade de saúde os protocolos de segurança do paciente, por meio da criação do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP). A criação do NSP ocorreu através da portaria GM/MS nº 529/2013, que se deve a inúmeras campanhas internacionais fomentadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). 

Em Oeiras, a medida tem como principal objetivo, qualificar o cuidado em saúde dos seus pacientes.  A avaliação das práticas de segurança do paciente é uma ação prevista no Plano Integrado para a Gestão Sanitária, da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). 

No final do mês de junho, o NSP do HRDO, juntamente com a gerência de enfermagem do hospital, realizou capacitações com sua equipe multiprofissional que está envolvida na assistência direta ao paciente para discutir, atualizar e implantar os protocolos de identificação do paciente, prevenção de quedas e de prevenção de lesão por pressão.  

As capacitações aconteceram em cumprimento ao Termo de Obrigações a Cumprir do Relatório de Nº 326/2021, junto a Diretoria de Vigilância Sanitária do Estado (DIVISA). 

A implementação dos protocolos no Hospital Regional Deolindo Couto é o primeiro passo para a evolução aos cuidados da segurança do paciente durante todo o atendimento prestado, promovendo ações que visam a prevenção segura do risco de queda e de outros riscos.  

Um dos principais focos do NSP é a disseminação da cultura de segurança entre os profissionais de saúde, como forma de adquirir boas práticas de funcionamento dentro do ambiente de atuação. “Dessa maneira, é fundamental que todos os profissionais se engajem nesses cuidados, intensificando a avaliação dos riscos e implementando estratégias preventivas importantes para a qualidade da assistência”, destacou o diretor do HRDC, Alipio Sady. 

A Segurança do Paciente vem sendo trabalhada no Piauí desde 2013, ano de lançamento do Programa Nacional de Segurança do Paciente e da RDC 36/2013, que torna obrigatória para todos os estabelecimentos de saúde a implantação de um Núcleo de Segurança do Paciente (NSP). “Nesse percurso, muitos avanços já foram alcançados no que diz respeito à materialização das diretrizes trazidas por esses documentos legais no cotidiano organizacional dos serviços de saúde”, afirmou a diretora da Vigilância Sanitária do Piauí (DIVISA), Tatiana Chaves.  

No Piauí, a implantação das metas de segurança do paciente é realizada por meio da efetivação dos Núcleos de Segurança do Paciente em todos os hospitais, sobretudo, nos hospitais prioritários de todo o Estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias