Sábado, 16 de Janeiro de 2021 21:27
89 988029890
Geral Educação

Com salários atrasados, terceirizados da Uespi de Oeiras e outras cidades recebem doações

O Sindicato denuncia que os professores seguem trabalhando de casa, mas os terceirizados continuaram seu trabalho presencial normalmente.

18/12/2020 15h23
Por: Pablo Carvalho Fonte: Cidade Verde
Com salários atrasados, terceirizados da Uespi de Oeiras e outras cidades recebem doações

O Sindicato dos Docentes da Universidade Estadual do Piauí (ADCESP) realiza nesta sexta-feira (18) uma ação solidária destinada aos trabalhadores  terceirizados da instituição, que, mais uma vez, enfrentam atraso de salários e da primeira parcela do 13°. A ação acontece no Campus Poeta Torquato Neto, bairro Pirajá, com a distribuição de cestas básicas.

Durante a semana, docentes de outros campi da instituição, como Picos, Parnaíba, Oeiras, Piripiri e Floriano também realizaram a ação de solidariedade.

As aulas presenciais na Uespi ainda não voltaram. O Sindicato denuncia que os professores seguem trabalhando de casa, mas os terceirizados continuaram seu trabalho presencial  normalmente "tendo que, em algumas ocasiões, conviver com atrasos de 2 a 3 meses mesmo na pandemia. Hoje o salário está um mês atrasado e a primeira parcela do 13° ainda não foi paga".

O que diz a UESPI

A Universidade Estadual do Piauí, através de sua assessoria de comunicação, confirmou o atraso nos salários, mas informou que 'todas as obrigações da UESPI para com as Empresas terceirizadas estão em dia'. 

Ainda de acordo com a nota, uma única empresa, dentre as prestadoras do serviço, apresenta atraso atualmente. Essa mesma empresa, de acordo com a Uespi, teria se comprometido a solucionar o problema até esta sexta-feira(18).

Todas as obrigações da UESPI para com as Empresas Terceirizadas estão em dia. Não obstante, a Empresa Limpel está em atraso com seus colaboradores, relativamente aos salários de Novembro. Tomamos as medidas legais cabíveis, tanto o Fiscal do Contrato quanto a PRAD fizeram Notificações exigindo da empresa o efetivo cumprimento do Contrato. Inclusive, foi realizada uma Reunião da UESPI com a referida empresa dia 16.12 para tratar do cumprimento das obrigações contratuais, na qual a empresa se comprometeu a atualizar os pagamentos até 18.12.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias