Sexta, 27 de Novembro de 2020 15:30
89 988029890
Polícia A saída é o fim

Em vídeo, preso confessa que jovem foi executado por ser do PCC no Piauí

No vídeo, André dos Santos diz que "só enterrou" Pedro.

06/11/2020 17h06
Por: Pablo Carvalho Fonte: Cidade Verde
Em vídeo, preso confessa que jovem foi executado por ser do PCC no Piauí

A Polícia Civil de Alto Longá prendeu mais dois suspeitos de participar do assassinato de Pedro Henrique de Alencar, 20 anos. André dos Santos Machado e um adolescente foram autuados em flagrante após, segundo a polícia, invadirem a casa de um idoso  no interior da cidade e agredi-lo com coronhadas e a pauladas. Na ação, a dupla ainda roubou R$1.750 da vítima. 

Em um vídeo obtido pelo Cidadeverde.com, André dos Santos confirma que Pedro Henrique foi morto porque era do "15", alusão ao Primeiro Comando da Capital (PCC). Pedro foi sequestrado  por membros da organização criminosa Bonde dos 40 após fazer elogios à facção originada em São Paulo. 

"A gente só chamou ele e ele acompanhou a gente até o casebre lá. A gente viu ele e partiu então. A gente lembrou que ele tem participação com o 15 e pronto, só isso[...] Aconteceu a agressão e,em seguida, o homicídio", diz Andre no vídeo. 

Pedro foi torturado e executado no que o Bonde dos 40 chama de "Tribunal do Crime". Em seguida, o corpo foi enterrado em uma cova rasa na zona Rural da cidade. No vídeo, André dos Santos diz que "só enterrou" Pedro.

O  delegado Paulo Nogueira, que comandou as investigações, conta que a intenção do grupo era fazer com que Pedro Henrique "vestisse a camisa" do Bonde dos 40. O crime aconteceu em um casebre que fica em uma favela. A casa pertence a Felipe Rodrigues, vulgo Felipinho Árvores Verde, que é de Teresina, mas possui essa propriedade na cidade de Alto Longá.  Ele foi preso, inclusive, no último dia 24 de outubro pelo 5º Batalhão da Polícia Militar na zona Leste da capital. 

"Lá no casebre houve essa história  de tirar a camisa do PCC e assumir a do Bonde dos 40. Dão entender que era esse o motivo: convencê-lo  desistir do PCC e ir para o Bonde dos 40. Segundo eles, a intenção não era matar. Pedro Henrique teria sido batizado no PCC em São Paulo e quando voltou para Alto Longá dava a entender que era faccionado" , explica  o delegado. 

Segundo as investigações, foi Felipinho quem atirou em Pedro Henrique.

Dos quatro suspeito de participar do crime, apenas um ainda não foi preso. Trata-se de William Vieira Primo. "É questão de tempo prendê-lo", garante o delegado Paulo. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias