Sexta, 27 de Novembro de 2020 03:13
89 988029890
Oeiras Chuva em Oeiras

BR 230 interditada, casas e ruas alagadas; veja os transtornos da chuva que durou mais de 5 horas em Oeiras

Moradores relatam prejuízos. Obra de Macrodrenagem não funciona.

27/10/2020 05h13 Atualizada há 1 mês
Por: Pablo Carvalho Fonte: Redação Oeiras em Foco
(Foto: Oeiras em Foco)
(Foto: Oeiras em Foco)

O sonho, que todo mundo pedia há tempos virou pesadelos em alguns minutos. É que a cidade de Oeiras já chove por mais de 5 cinco horas ininterruptas e isso, claro, trouxe várias consequências para a cidade e seus moradores desde a madrugada desta terça-feira (27).

A chuva começou por volta das 02:30 da madrugada, acompanhada de trovoadas e relâmpagos. Não demorou muito para que moradores da primeira capital do estado do Piauí reclamassem nas redes sociais de alagamentos e prejuízos causados pela longa chuva.

A redação do Portal Oeiras em Foco, foi em alguns pontos da cidade e pode verificar por volta das 03:00 horas um grande volume de água na galaria que passa paralela a Rua Dom Expedito Lopes, nesse mesmo ponto, no cruzamento com a Rafael Farias havia uma grande parte da via com alagamento e algumas pessoas escoado águas de suas casas.

Por volta da 03:20, a redação flagrou carros de passeio, e carretas paradas na Avenida Transamazônica, sentido OeirasxPicos, devido a rodovia apresentar um grande volume de água forte em torno de 500 metros. A água estava com mais de 50 centímetros de profundidade. Alguns veículos, que davam para sair, usaram a contramão.

Moradores do centro, bairros com classe mais elevada, e moradores dos bairros mais distantes todos com o mesmo dilema: alagamentos e prejuízo material. Tudo isso escancara que nem a cidade, nem moradores estão preparados para a grande quantidade de chuva que sempre pedimos. [parágrafo com opinião do editor]

O dilema da Av. Duque de Caxias que não acaba

Mais de 35 milhões de reis e para a obra de macrodrenagem desde o seu início de execução e até agora não houve resultado prático. A obra contemplava justamente a parte de Transamazônica interditada pela chuva nesta terça, e principalmente a Av. Duque de Caxias.

Mas a redação do Portal Oeiras em Foco, que já tinha feito matéria semelhante no ano passado, constatou que um ano após, nada mudou. Por voltas das 04:00 horas da manhã, a via pública virou um "rio" e estava toda tomada por água e com correnteza forte, água essa que passa por um terreno baldio e escoa pela Transamazônica.

Bueiros estourados, assoreamento inutilizável, lama na BR, casa alagadas, asfalto e calçamentos arrancados, são alguns dos "benefícios" da obra. A água ao invés de passar por baixo da via, passa por cima, as bocas de lobos aljofra ao invés de escoar.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias