Domingo, 27 de Setembro de 2020 10:29
89 988029890
Brasil Operação da MP

Cúpula da Saúde no DF é presa por fraude em contratos da pandemia

O secretário Francisco Araújo foi preso preventivamente há pouco por irregularidades na compra de testes de Covid-19.

25/08/2020 13h07 Atualizada há 1 mês
Por: Pablo Carvalho Fonte: Veja
Cúpula da Saúde no DF é presa por fraude em contratos da pandemia

O secretário de Saúde do Distrito Federal, Francisco Araújo, foi preso preventivamente há pouco, em uma operação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, por supostas fraudes na compra de testes de Covid-19 pelo governo de Ibaneis Rocha.

A Operação Falso Negativo 2 apura o superfaturamento de 30 milhões de reais na compra de testes de Covid-19 que consumiram até 73 milhões de reais dos cofres distritais.

O desembargador Humberto Adjuto Ulhôa, do Tribunal de Justiça do DF, expediu 44 mandados de busca e apreensão e seis de prisão preventiva contra a cúpula da Saúde no governo Ibaneis.

Além do secretário, foram presos Ricardo Tavares Mendes, ex-secretário adjunto de Assistência à Saúde, Eduardo Hage Carmo, subsecretário de Vigilância à Saúde, Eduardo Seara Machado Pojo do Rego, secretário adjunto de Gestão em Saúde, Jorge Antônio Chamon Júnior, diretor do Laboratório Central do DF, e Ramon Santana Lopes Azevedo, assessor especial da Secretaria de Saúde.

Há mandados sendo cumpridos em oito estados onde estão as empresas que fecharam negócios sob suspeita: São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Espírito Santo, Bahia e Goiás.

O governador discute nessa manhã a montagem de um plano de crise para a área, já que toda a cúpula da pasta está agora na prisão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias