Terça, 11 de Agosto de 2020 03:06
89 988029890
Polícia Presos

Polícia Civil prende os dois acusados de assaltar farmácia em Oeiras

Em posse dos acusados a polícia encontrou o valor de R$ 1200,00, duas armas usadas no assalto, assim como as vestimentas usadas no crime.

28/07/2020 18h00 Atualizada há 2 semanas
Por: Pablo Carvalho Fonte: Redação Oeiras em Foco
(Foto: Divulgação Polícia Civil)
(Foto: Divulgação Polícia Civil)

A Polícia Civil prendeu ainda na madrugada desta terça-feira (28), os dois acusados de roubarem uma farmácia na noite de de segunda-feira no centro comercial de Oeiras.

Logo após o assalto a Polícia Civil iniciou as investigações e buscas no sentido de prenderam os acusados que fugiram em uma moto levando um valor aproximado de R$ 2500,00, em notas de 100 e 50 reais.

Ainda na madrugada foi preso o um dos participantes do assalto à drogaria. O homem das iniciais C.S.M. foi preso pela madrugada no bairro Canela. Já na manhã desta terça-feira (28), a Polícia Civil prendeu um outro acusado, um menor de idade, preso no mesmo bairro.

Em posse dos acusados a polícia encontrou o valor de R$ 1200,00, duas armas usadas no assalto, assim como as vestimentas usadas no crime.

Eles confessaram que o valor roubado na drogaria foi R$ 2400,00 e que a farmácia que ia ser assaltada não era a Drogaria Sousa mas sim a Farmácia Santos, mas um deles foi reconheceu a atendente e desistiu de praticar o ato na última farmácia citada.

Lei de Abuso de Autoridade

A Lei de Abuso de autoridade de autoria do Senador Renan Calheiros e aprovada pelo congresso nacional em 26 de abril de 2017, proíbe através do art. 13 inc.I, que a imprensa divulgue nomes, exiba todo ou parte do corpo e algo que venha constranger o preso e/ou  detento à curiosidade pública, exceto em flagrante da imprensa no local e ou transporte do mesmo.

A sociedade é muito importante, quando decide anonimamente denunciar roubos, agressões ou qualquer tipo de infração. Para que isto seja possível, basta acessar o aplicativo da Polícia Civil de Oeiras. A identidade será mantida em absoluto sigilo. As denúncias podem ser feita através do 190 e do WhatsApp (89) 988029541 da Polícia Militar, ou através do endereço eletrônico http://bit.ly/denunciapcoeiras.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias