Sábado, 04 de Julho de 2020 11:59
89 988029890
Geral Piauí

Governador do Piauí prorroga medidas restritiva até 06 de julho

O governador fez o anúncio em transmissão ao vivo nesta segunda-feira, 22 de junho, após reunião com o Comitê Científico.

22/06/2020 17h18
Por: Pablo Carvalho Fonte: Meio Norte
Governador do Piauí prorroga medidas restritiva até 06 de julho

Diante do agravamento da pandemia do novo coronavírus, o governador Wellington Dias (PT) esteve reunido nesta segunda-feira, 22 de junho, com os técnicos do Comitê de Operações Emergenciais de Combate à Covid-19 e do Comitê do Programa de Retomada Organizada as Atividades Econômicas (Pro Piauí), para definir os novos decretos estaduais.

A reavaliação da situação no Piauí acontece a cada semana, na última segunda-feira (15), por exemplo, com a alta no índice de transmissão e o crescimento no número de óbitos, o líder estadual decidiu não avançar em novas etapas do plano de flexibilização.

Devido aos novos números apresentados na pesquisa, o governador decidiu por novas medidas no Estado do Piauí. “Quero apresentar a decisão, com base nesse crescimento, em razão disso estamos prorrogando as medidas restritivas até o dia 06 de julho, com uma avaliação para 29 de junho. Também estamos mantendo as medidas com o Pro Piauí, completando os procedimentos para a  saúde, já houve um entendimento para o funcionamento de consultórios, clínicas, garantindo até uma ampliação do Busca Ativa. Também estamos autorizando a seguir as tratativas para os novos protocolos, a exemplo da indústria automotiva com toda essa cadeia da construção civil”, disse.

“Foi dado o parecer da área científica e também da área da saúde, com a presença de empresários, dos três Poderes, também tratamos da posição do Estado já que está vencendo o último decreto e ao final foram colocadas as medidas que vamos seguir nos próximos dias”, disse o líder do Poder Executivo.

Wellington Dias ainda decretou luto por uma semana no Piauí, em homenagem às mais de 500 vítimas fatais da Covid-19 no Piauí, marca atingida neste final de semana. "Também decreto uma semana de luto no Piauí por todas as pessoas, em especial esses 502 que perderam a vida pela Covid-19, e que isso também seja para refletir a importância da vida", disse. O líder estadual destacou a importância da população ter cuidado e adotar as medidas de higiene recomendadas. "De um lado temos que ter um cuidado, pois esgota cada vez mais os recursos humanos para leitos de UTI e também ampliou o numero de pessoas infectadas, por outro lado também reconheço", comentou.

Quanto a crise que envolve o desabastecimento de medicamentos na indústria nacional, o governador defendeu que haja a importação, no entanto, tal medida terá que ser autorizada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).  No que se refere a falta de pessoal, o Governo está tentando resolver a questão nesta semana. 

"É verdade que a falta de profissionais era esperada, o problema é que ela deu aqui no Piauí abaixo do que a gente esperava; vamos ter que fazer um esforço fenomenal, estou pedindo a Deus que até esta terça a gente encontre profissionais para completar esta  meta de mais leitos, tivemos a condição de um forte crescimento, sair de 30 leitos para 469 não é fácil. Agora vem mais um problema do medicamento, não tem jeito, a medida vai ser a importação, estou torcendo para que o presidente autorize. Quem vai pagar são os Estados e municípios, mas não podemos deixar faltar, no Piauí são 22 medicamentos, por isso temos que nos próximos dez dias encontrar alternativas, e a alternativa é a importação. É um problema realmente grave", comentou.

A projeção indicada pela nova pesquisa epidemiológica, feita pelo Instituto Amostragem, é que já haja 336 mil infectados no Piauí, mais do que o dobro da rodada  anterior. 

"A primeira decisão e a mais destacada se deu após a apresentação desta pesquisa e do parecer técnico onde tivemos um índice de crescimento das pessoas infectadas em todo o Estado, na última pesquisa tínhamos 134 mil, com 73mil em faixa de transmissibilidade, agora passamos para 336 mil pessoas então houve um crescimento muito grande; e tivemos o índice de transmissibilidade que deve ter tido uma leve alta. Quando comparamos com os casos confirmados é 27 vezes mais, temos um número bastante elevado", disse.

O diretor do InstitutoAmostragem, Batista Telles indicou que a pesquisa foi realizada em 11 municípios, sendo encontrados 412 domicílios com casos positivos de novo coronavírus.  "A sétima rodada aconteceu entre os dias 17 e 20, conseguimos fazer 4009 entrevistas em 11 municípios, com uma margem de erro de 2%. Encontramos 412 domicílios com casos positivos, isso dá uma taxa de infecção de 0,10276877%; e projetando na população do Piauí encontramos 336.386 pessoas com o coronavírus; essa taxa de infecção a sétima onda permitiu que fizéssemos essa estimativa, cresceu  da sexta para sétima duas vezes mais", disse.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias