Sábado, 04 de Julho de 2020 12:53
89 988029890
Oeiras Procon Oeiras

Procon Oeiras registra aumento de 80% em reclamações por compras on-line

Órgão ainda da dicas aos consumidores.

16/06/2020 16h18
Por: Pablo Carvalho Fonte: Assessoria

Um levantamento realizado pelo Procon Oeiras releva um aumento de 80% nas reclamações relacionadas a compras on-line. “Nesses últimos meses, o Procon Oeiras registrou um aumento de 80% das reclamações. Todos os consumidores que buscaram o procedimento administrativo terão que aguardar o prazo de ordem cronológica dos procedimentos pelo o fato da alta demanda”, pontua Docatte Rufino, coordenador do órgão de defesa do consumidor.

Ele destaca que neste momento de pandemia o comércio online ganhou força. “O comércio está preparado para vender, mas não está preparado para entregar. É inadmissível que neste momento de pandemia, em que as compras online são a única alternativa para as pessoas, as empresas causem tantos transtornos”, salienta.

Por conta do crescimento nas demandas desta natureza, o Procon Oeiras elaborou dicas para os consumidores que precisam comprar pela internet. O órgão aconselha, primeiramente, que o cliente verifique se o site possui um endereço comercial físico, anote o telefone e, qualquer dúvida, ligue para o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC).

Para garantir que o site é um ambiente seguro é importante verificar o símbolo de um cadeado no canto direito superior da janela do navegador, pois, assim, é possível confiar que os dados do cartão de crédito não serão divulgados. O Procon também recomenda que não se utilize comércio eletrônico ou internet banking em computadores de terceiros ou de acesso público, como em bibliotecas ou lan houses.

Dicas de Compras On-Line

  • Após finalizar a compra, a loja deverá enviar por e-mail um comprovante com o número do pedido e o prazo de entrega. O consumidor deve imprimir e guardar até o recebimento do produto. Caso não seja entregue, ele poderá reclamar da empresa junto ao Procon.
  • O consumidor virtual também pode verificar se existem reclamações contra o site que ele pretende comprar e, ainda, se há denúncias relativas à empresa na Junta Comercial do Estado.
  • Na modalidade do comércio virtual, o consumidor tem garantido o direito à devolução do produto em até sete dias úteis, caso não fique satisfeito com a mercadoria. Porém, a desistência deve ser comunicada por escrito com solicitação de comprovante de recebimento. Neste caso, o consumidor tem direito ao reembolso total dos valores pagos, inclusive do frete.
  • Outra dica importante é para que o consumidor nunca faça depósitos bancários em nome de pessoas físicas. Isso pode ser um indício de que a empresa não trabalha corretamente.

Compras coletivas

Outra modalidade na internet são as compras coletivas, em que é possível adquirir produtos e serviços com até 70% de desconto, caso um número mínimo de pessoas se interesse pela oferta. No entanto, os sites de compras coletivas exigem ainda mais cuidado do consumidor. O Procon aconselha ao cliente utilizar esse tipo de compra em sites de instituições confiáveis, que tenham endereço físico, telefone fixo e número do Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ).

De acordo com o órgão, para uma compra coletiva bem sucedida, é importante ler as regras com atenção, que geralmente estão em letras pequenas no pé da página e verificar a validade da oferta assim

Ainda em levantamento com números, o Procon Oeiras já aponta que os serviços de bancos, telefonia, lojas de departamento online e Equatorial/Cepisa estão entre os primeiros lugares no ranking de reclamações do município. Além disso, há como opção a plataforma consumidor.gov, onde órgão atende virtualmente, através das redes sociais. O Procon ainda opera pelo e-mail [email protected] e Tel: 89 99435-7070 para atendimento e orientação.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias