Auto Escape J Wilson
Mercadinho Frigoleme
Lojão do ciclista
Lustosa Tur
Campanha imprensa 2
Piauí

Sobe para 15 o número de casos suspeitos de coronavírus no PI

Sesapi faz apelo a hospitais.

12/03/2020 16h19
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Cidade Verde
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) confirmou nesta quinta-feira (12) que o Piauí contabiliza 15 casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) em três municípios piauienses. Até a manhã eram 14 casos, no início da tarde subiu para 15 os registros suspeitos.  

Entre os 15 suspeitos, sete exames deram negativos no Lacen (Laboratório Central), mas precisa de contraprovas do laboratório Adolfo Lutz, em São Paulo. Somente com as duas provas - no Piauí e em São Paulo - que o caso é retirado do sistema do Ministério da Saúde. 

"O que estamos pedindo aos hospitais e clínicas que caso recebam pacientes que a equipe faça notificação para o Centro de Organização Estratégica da Fundação Municipal de Saúde ou para Centro de Informações Estratégicas da Vigilância", disse Amélia Costa, coordenadora do setor de epidemiologia do da Secretaria Estadual de Saúde.

Amélia divulgou um número de celular para ajudar os profissionais de saúde para a notificação dos casos. É (86) 3216-3606.

"A notificação é importante porque precisamos ter uma visão do caso e fazer um rastreamento, o que é isso, é ir atrás dos contatos que por ventura ele teve. Se faz somente a notificação para Brasília consequentemente os outros casos passam desapercebidos pela Secretaria ou pelo município de Teresina". 

Com os hospitais comunicando apenas ao Ministério da Saúde, em Brasília, isso prejudica o monitoramento e o rastreamento dos casos. 

Os municípios com registros suspeitos de coronavírus são Teresina, São Miguel do Tapuio e Francisco Santos.

Os pacientes suspeitos no Piauí são todos adultos na faixa etária de 18 anos a 59 anos. São casos importados da Itália e de Portugal e não há registro de casos graves. 

O número de casos confirmados no Brasil passa de 70. Com o teste positivo para coronavírus no chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação da Presidência), Fabio Wajngarten, o presidente Jair Bolsonaro passou a ser monitorado pela equipe médica da Presidência da República.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias