Lustosa Tur
Auto Escape J Wilson
Mercadinho Frigoleme
Lojão do ciclista
Corrupção

Combate a corrupção não intimida fraudes em prefeituras do Piauí, diz Gaego

A pedido da Procuradoria Geral de Justiça, os policiais e agentes cumpriram três mandados nesta quarta-feira (29)

29/01/2020 18h09
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Cidade Verde
1.089
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O alvo da operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deflagrada nesta quarta-feira (29) é o empresário dono da construtora Novo Milênio. A pedido da Procuradoria Geral de Justiça, os policiais e agentes cumpriram três mandados - em residências do empresário em Teresina e Monsenhor Gil e outro na casa de um assessor do empresário. O Gaeco investiga fraude em licitação e emissão de notas fiscais frias.

O coordenadora do Gaeco, promotora Débora Geane Aguiar Aragão, informou que as empresas existem, mas estariam emitindo notas fiscais frias e participando de licitações fraudulentas na cidade de São Miguel da Baixa Grande. 

Como o prefeito da cidade, Josemar Teixeira, tem foro privilegiado, a operação está sendo realizada pela Procuradoria Geral de Justiça. "As irregularidades envolvem desvio de recursos para calçamentos e outras obras no município", disse a promotora.  

A operação

É a segunda etapa da operação "Águas de Março", que tem como alvo pessoas investigadas por fraudes em licitação no município de São Miguel da Baixa Grande.

No pedido de busca e apreensão, o Ministério Público ressaltou “que as empresas construtoras praticavam  operações com notas fiscais 'frias', realizando empenho e recebendo valores vultosos, mesmo não possuindo capacidade operacional para executar obras e qualquer tipo de serviço, além de possuírem quantidade ínfima de funcionários”, bem como justificou a necessidade de novos mandados de busca e apreensão para apuração de fatos novos que surgiram no decorrer das investigações, uma vez que os agentes investigados continuam na prática criminosa, provocando dano ao erário municipal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias