Data Picos
Malu Pneus
Auto Escape J Wilson
Lustosa Tur
Lojão do ciclista
Chaves Bebidas
Mercadinho Frigoleme
Rondnelly Camarço
Drogaria Horizonte
Concurso de Oeiras

Decisão da Justiça que proíbe a Crescer Consultorias de realizar novos concursos não afeta Oeiras

A assessoria de Imprensa do Ministério Público do Piauí informou que Oeiras não foi citada em suspeita de envolvimento de fraude

08/11/2019 16h31Atualizado há 2 semanas
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Redação Oeiras em Foco
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A Justiça determinou que as empresas Crescer e Instituto Machado de Assis, alvos da Operação Dom Casmurro, deflagrada nesta quinta-feira (07), estão proibidas de realizar novos concursos públicos no País. E uma delas é a banca responsável pelo concurso da Prefeitura Municipal de Oeiras.

O trabalho de apuração mostrou que as empresas agiam em municípios do Piauí (Altos, Campo Maior, Luís Correia, Cocal, Joaquim Pires) e também no Maranhão (Açailandia, São Domingo do Azeitão, Tumtum, Rapoza, Santa Inês). Oeiras não há suspeitas de envolvimento de fraude. 

Dúvidas

O Portal Oeiras em Foco afim de explicar todas as dúvidas dos concurseiros e da população foi em busca de informações sobre como seria o andamento do concurso após a investigação e proibição da Justiça.

O que diz a Crescer Consultorias

A Crescer Consultorias informou a nossa redação que a medida é temporária vale apenas para novas licitações, e que o concurso de Oeiras não será prejudicado e vai seguir conforme edital se não houver motivos por força maior. Ela ainda esclarece que a banca segue os padrões e normas da legislação brasileira e que as investigações deixarão mais claro ainda a transparência com que a empresa trabalha.

DSSS(Foto: Divulgação MP-PI)

O que diz o Ministério Público do Piauí

A assessoria de Imprensa do Ministério Público do Piauí informou que Oeiras não foi citada em suspeita de envolvimento de fraude, portanto não há nenhuma responsabilidade do órgão sobre o concurso do de Oeiras, e que caso eventualmente venha ter, o Ministério Público local é que vai fiscalizar, como no caso de altos que o MP-PI já pediu a suspensão.

O que diz a prefeitura de Oeiras

Já o prefeito José Raimundo afirmou que tudo segue normal, até porque há um distúrbio de informações, onde algumas pessoas e meios de comunicação tenta confundir as pessoas sobre a verdadeira informação e tentar prejudicar Oeiras. "Segue tudo normal, a justiça proibiu a empresa de participar de novas licitações, aqueles já em andamento que é o caso de Oeiras segue normal.  O problema é que alguns tentam disturbar a população afim de prejudicar. Oeiras terá o concurso", conclui o prefeito.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias