Data Picos
Lojão do ciclista
Drogaria Horizonte
Malu Pneus
Mercadinho Frigoleme
Auto Escape J Wilson
Lustosa Tur
Chaves Bebidas
Rondnelly Camarço
Repercussão

“Não tem cabimento”, diz presidente da APPM sobre extinção de municípios

"Não tem cabimento propor uma extinção de municípios na altura de um campeonato desse. O que pode ser feito é trabalhar uma melhoria na arrecadação", declarou.

06/11/2019 16h53
Por: Pablo Carvalho
Fonte: GP1
Presidente da APPM, Jonas Moura (Foto: Reprodução)
Presidente da APPM, Jonas Moura (Foto: Reprodução)

O presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Jonas Moura, disse que “não tem cabimento” a proposta do Governo Federal de extinguir municípios com menos de cinco mil habitantes cuja a arrecadação própria seja menor que 10% da receita total.

Jonas destacou as três PECs enviadas pelo Governo ao Congresso. São as PECs do pacto federativo, que dá mais recursos e autonomia financeira para os estados e municípios; a emergencial, que cria controles de despesas públicas para a União, estados e municípios e a dos fundos públicos, que extingue a maior parte dos 281 fundos públicos e permite o uso de recursos para pagamento de dívida pública.

“São três PECs importantes que o governo apresentou ao congresso e sem dúvida, muita expectativa em relação a isso, porque já é uma coisa esperada para que a gente possa sair dessa dificuldade que o Brasil está vivendo. Então, acabamos de fazer a reforma da previdência e essas outras três vem neste sentido também”, afirmou.

Jonas disse que não entende a questão da extinção dos municípios, já que sempre se mostraram parceiros do Governo Federal, inclusive apoiando a reforma tributária e a reforma da Previdência. “O que nós não estamos entendendo é que na previdência, já deixaram os municípios de fora, e agora vem uma querendo extinguir os municípios”, destacou.

O prefeito de Água Branca disse ainda que não tem cabimento propor a extinção agora e defendeu que haja um trabalho para melhorar a arrecadação dos municípios.

“O município é quem está lá na ponta, então, independentemente do tamanho, é ele quem resolve o problema da população. Dos três entes, que é Município, Estado e União, o principal no nosso ponto de vista é município, não tem cabimento propor uma extinção de municípios na altura de um campeonato desse. O que pode ser feito é trabalhar uma melhoria na arrecadação, para melhorar o equilíbrio, mas não ser uma extinção definitiva do município”, continuou.

Afetar negativamente os municípios

Ao ser questionado se a extinção dos municípios poderia afetar negativamente a sustentabilidade dos municípios, Jonas disse que sim.

“Com certeza [pode afetar]. Primeiro porque em média, nossos municípios são pequenos, mesmo aqueles que desmembraram, não teriam hoje condições do jeito que está, de absorver essa população. Segundo, nós somos contrários a essa regra porque não pode ser extinto um município só pelo índice, que é o de equilíbrio fiscal ou de uma arrecadação que tem que ultrapassar dez por cento para poder se manter, nós acreditamos que tem outras análises a serem feitas, principalmente quando se leva a população, que é beneficiada pelos pequenos municípios”, finalizou.

Atual pacto federativo

O atual pacto federativo foi estabelecido pela Constituição de 1988 e dispõe sobre a divisão de impostos e responsabilidades da União, estados e municípios. O IPTU faz parte da arrecadação municipal; o ICMS é estadual, mas uma parcela vai para o município e o IPI é da União, mas uma parcela é dividida com os estados.

Fica a cargo da União, a responsabilidade de defender órgãos do governo, policiamento de fronteiras, combate ao tráfico internacional e outras atribuições. Os Estados ficam responsáveis pelas polícias civil e militar e os Municípios responsáveis pela criação de guardas municipais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Santo Inácio do PiauíSanto Inácio do Piauí - PI Santo Inácio do Piauí é um município brasileiro do estado do Piauí. Localiza-se a uma latitude 07º25'47" sul e a uma longitude 41º54'39" oeste, estando a uma altitude de 210 metros. Sua população estimada em 2004 era de 3.523 habitantes. Possui uma área de 875,96 km².
Chamada Oeiras em Foco
Virtex
Virtex Lado
Sttr
Municípios
Marcos Stylus
Últimas notícias
Cantinho do Rony
JS Consultoria
David Ostentação
Cremosinho Jennival
Mais lidas
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias