Data Picos
Lojão do ciclista
Chaves Bebidas
Mercadinho Frigoleme
Rondnelly Camarço
Malu Pneus
Auto Escape J Wilson
Drogaria Horizonte
Lustosa Tur
Repercussão

Fuga de preso após audiência de custódia em Oeiras é destaque na imprensa nacional

A fuga aconteceu na quarta-feira (23) e, até a publicação da reportagem, ele não tinha sido recapturado.

25/10/2019 18h46Atualizado há 4 semanas
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Folha de Oeiras
(Foto: Divulgação
(Foto: Divulgação

Imagens do circuito interno de segurança do Fórum de Oeiras, mostram o momento em que o preso Gilson Martins dos Santos consegue tirar uma das algemas e fugir do local, após a audiência de custódia. A fuga aconteceu na quarta-feira (23) e, até a publicação da reportagem, ele não tinha sido recapturado.

A situação inusitada foi mostrada por boa parte da impresa nacional. Veículos como G1, Metrópoles, Radar da Bahia, Diário da Amazônia, entre outros, mostraram as cenas ocorridas em Oeiras 

A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Piauí informou que a custódia de preso durante as audiências é de responsabilidade do Estado. O delegado Aureliano Barcelos informou que Gilson Martins dos Santos conseguiu fugir depois que a defensora pública pediu para afrouxar as algemas e ele aproveitou o descuido para tirá-la de uma das mãos.

Nas imagens que circulam nas redes sociais é possível ver o momento em que Gilson Martins deixou o prédio. Primeiro, ele pediu ao policial civil para ir ao banheiro, depois pediu para beber água e, com ajuda de uma mulher que fica entre ele e o policial, tirou a algemas de uma das mãos.

Gilson Martins seguiu acompanhado de dois policiais e da mulher. Em determinado momento, a mulher deixou Gilson passar e se posicionou entre ele e os policiais, dificultando a visão. O suspeito aproveitou e saiu do prédio correndo pela porta da frente.

Ele foi perseguido por um dos policiais, que conseguiu alcançá-lo. O agente apontou uma arma para Gilson Martins, enquanto isso, a mulher chegou ao local e se posicionou ao lado do suspeito. Outro policial também chegou ao local e observou a movimentação. Gilson Martins fugiu correndo juntamente com a mulher.

“Os policiais ainda tentaram recapturar, mas preferiram não atirar. Entre tirar a vida dele e tentar recapturar depois, os policiais acharam melhor preservar a vida dele e prender em outro momento, pois é assim que lei funciona”, explicou o delegado.

A Polícia Militar realizou buscas com o objetivo de prender Gilson Martins, mas até a publicação da reportagem, ele não tinha sido encontrado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias