Data Picos
Lustosa Tur
Auto Escape J Wilson
Lojão do ciclista
Rondnelly Camarço
Malu Pneus
Drogaria Horizonte
Chaves Bebidas
Mercadinho Frigoleme
Cobrança

Em audiência pública, deputados pedem mais investimentos na Emater

Francisco Guedes, disse que a situação do órgão vai melhorar quando forem liberados os recursos dos empréstimos que serão obtidos pelo Governo do Estado

24/10/2019 17h32
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Cidade Verde
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Os deputados Gustavo Neiva (PSB), líder da Oposição, e Teresa Britto (PV), vice-lider, defenderam nesta quinta-feira (24), durante audiência pública realizada para debater a situação do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (Emater), que o Governo do Estado adote medidas no sentido de melhorar as condições de trabalho e de salários dos servidores do órgão.

Teresa Britto argumentou que os projetos apresentados pelo diretor-geral do Emater, Francisco Guedes, são importantes, mas que, em primeiro lugar, deve estar a valorização dos funcionários.

A deputada afirmou que está faltando vontade política ao governo para atendimento das reivindicações dos servidores, que reclamam a implementação do plano de cargos, carreira e salários para garantir à categoria o enquadramento e promoções, beneficiando, principalmente, aqueles que já podem se aposentar.

Já o deputado Gustavo Neiva, que requereu a audiência pública na Comissão de Infraestrutura e Política Econômica, lembrou que o governo havia prometido um novo plano de cargos e salários, mas, ao enviar o Projeto de Lei para a Assembleia Legislativa, fez alterações que desagradaram o pessoal do Emater, por isso a proposição não foi apreciada pelos parlamentares.

Gustavo Neiva lembrou que as condições de funcionamento do Emater são precárias por isso decidiu apresentar requerimento propondo a realização da audiência pública, inclusive depois de saber dos servidores que o escritório do Emater em Floriano havia sido abandonado pelo Governo do Estado.

O líder do Governo na Alepi, deputado Francisco Limma (PT), admitiu que há vários anos acontece o desmonte do Emater, com a extinção da Empresa Brasileira de Extensão Rural (Embrater). Francisco Limma garantiu, no entanto, que o governador Wellington Dias trabalha no sentido de melhorar as condições salariais e de funcionamento do Emater.

No encerramento da audiência pública, o diretor-geral do Emater, Francisco Guedes, disse que a situação do órgão vai melhorar quando forem liberados os recursos dos empréstimos que serão obtidos pelo Governo do Estado junto a instituições financeiras públicas e privadas, de acordo com autorização dada pela Assembleia Legislativa para as operações de crédito.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias