Data Picos
Mercadinho Frigoleme
Chaves Bebidas
Lojão do ciclista
Malu Pneus
Rondnelly Camarço
Drogaria Horizonte
Auto Escape J Wilson
Lustosa Tur
Endividado

Piauí compromete 50% de sua Receita com dívidas

A Sefaz avalia que ainda não há previsão de como ficará o percentual, após os novos empréstimos serem aprovados

14/09/2019 09h12
Por: Pablo Carvalho
Fonte: O Dia

O estado do Piauí compromete atualmente 50,46 % de sua Receita Corrente Líquida com o pagamento de sua dívida consolidada. A informação consta no texto das mensagens de autorização das novas operações de crédito, encaminhadas à Assembleia Legislativa no início da semana. A receita corrente líquida é todo o recurso que entra na conta do governo estadual e com a qual ele deve administrar as despesas.

O percentual colocado no documento não leva em consideração as quatro novas operações de crédito, que juntas somam mais de R$ 3 bilhões. A expectativa é que uma parcela ainda maior da Receita Corrente Líquida, que corresponde à soma da arrecadação e das transferências constitucionais, passe a ser usada no pagamento das dívidas do estado. Ainda de acordo com o documento enviado ao legislativo, o Piauí alcançou o equilíbrio na relação entre receita líquida e dívida consolidada no ano de 2008, variando entre os percentuais de 40% a 60%.

Em 2002, primeiro ano da série histórica apresentada no relatório de gestão fiscal da Secretaria de Fazenda, o Piauí chegou a gastar 164 % de sua Receita Corrente Líquida com o pagamento da Dívida Consolidada Líquida.

O que diz a Sefaz

Procurada pela reportagem, a Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) informou, através de sua assessoria de comunicação, que ainda não há uma projeção do impacto que as novas operações de crédito vão causar na relação entre Receita e despesas do estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias