Data Picos
Lustosa Tur
Chaves Bebidas
Mercadinho Frigoleme
Malu Pneus
Auto Escape J Wilson
Santos Auto Escola
Drogaria Horizonte
Rondnelly Camarço
Lojão do ciclista
Novo modelo

Piauí adota placa do Mercosul para combater clonagem de veículos

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Fabricantes de Placas, Franklin Rodrigues, a nova placa irá variar entre R$ 220 e R$ 240.

03/09/2019 13h15Atualizado há 2 semanas
Por: Pablo Carvalho
Fonte: Redação Oeiras em Foco
Piauí adere ao formato de placa do Mercosul (Foto: Reprodução)
Piauí adere ao formato de placa do Mercosul (Foto: Reprodução)

O Piauí passa a ser um dos oito estados do país a adotar a nova placa Mercosul. O governador Wellington Dias (PT) participou do lançamento e falou sobre a importância da medida que visa combater o crime de clonagem.

"É importante quando o Piauí se adequa a essa nova realidade. É importante quando o Estado passe a ser um dos oito estados a já aderir a esse sistema. Isso vai dificultar a clonagem das placas. O mesmo sistema já é adotado pelo Rio de Janeiro, por exemplo. Parabenizo o trabalho feito pelo Detran. Quando fui deputado e senador trabalhei a necessidade de o Brasil, que é continental, ter um sistema independente na área de emplacamentos. Damos um passo para a unificação. Tem toda uma sistemática de implantação para não pesar no bolso", afirmou. 

A nova placa passa a ser obrigatória apenas para veículos novos ou em casos de transferências. A partir de hoje os condutores já podem aderir às novas placas.  A placa do modelo Mercosul é mais cara do que o modelo atual que hoje pode chegar a R$ 140. 

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Fabricantes de Placas, Franklin Rodrigues, a nova placa irá variar entre R$ 220 e R$ 240.

"O sindicato trabalha há quase dois anos organizando as empresas locais. O mercado está preparado.  Os custos tiveram atenção especial. O Piauí tem que se adaptar à medida nacional. Ficamos preocupados com o preço e vamos praticar a média entre 220 a 240 reais", disse.

Placa Padrão do Mercosul

O novo modelo contém uma tira holográfica e uma marca d'água, que dificultam falsificações e clonagens. Também conta de um código QR que é uma espécie de código de barras bidimensional na parte dianteira e traseira. O código permitirá o acesso rápido aos dados de origem do veículo sem necessidade de documento físico tal qual já começa a acontecer com a CNH digital. 

O diretor do Detran, Arão Lobão, afirma que o Piauí passa a seguir a legislação nacional. A nova placa passa a ser usada em todos os tipos de veículos desde motocicletas até caminhões de grande porte. 

"Vamos integrar o estado do Piauí ao Sistema Nacional definido pela legislação em vigor. Somos o oitavo estado do país a integrar o sistema que foi regulamentado pelo Denatran. Isso vai trazer mais segurança e mais agilidade na fiscalização através da inclusão na placa de mudanças alfanuméricas e itens de segurança como a possibilidade de fiscalização por meio do armazenamento de dados desse veículo, possibilitando saber o real estado em que se encontra. A clonagem é uma situação que o país enfrenta hoje. Vamos ter um avanço no combate. Vamos ter mais facilidades para saber qual é o clonado e qual original", disse.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias